Compartilhe esta página no Facebook

Compartilhe esta página no G+

Pesquisar no site

Mitologia Grega: Verdade Cristã

Poseidon
Os povos que habitaram o mediterrâneo, oriente médio e norte da África desde o mundo antigo, como os sumérios, egípcios, gregos, romanos e judeus, têm uma mesma raiz: tribos indo-europeias que migraram para lá em tempos pré-históricos. Então nada mais natural do que crenças similares entre estes povos. O deus Hórus dos egípcios, por exemplo, antecipa entidades como Perseu e Jesus em milhares de anos. Hórus nasceu em 25 de dezembro, fazia parte da trindade egípcia (Osíris, o pai, Ísis, a mãe, e Horus, o filho) e lutou contra Seth por quem foi ferido, mas venceu. De forma similar Perseu e Jesus se confrontaram com Hades e Satanás, respectivamente.

Pesquisas recentes demonstram que a Bíblia judaica é mais jovem do que se acreditava, sendo compilada no decorrer dos séculos VI e II a.C. conforme as publicações "Who Were the Early Israelites?" de William G. Dever (2003) e "The Bible Unearthed" de Neil A. Silberman e Israel Finkelstein (2001). Um pouco antes disso, no século VII a.C., iniciou-se a confecção dos livros da mitologia grega, o que se estendeu até o século III a.C. (Vale a pena ressaltar que a mitologia grega é mitologia do ponto de vista de outras culturas como a ocidental, mas a Grécia antiga a tinha como religião tão naturalmente quanto se crê nas histórias cristãs e hindus hoje). A partir da crença destas culturas - judaica e grega, as quais emprestaram leis, mandamentos e figuras sumérias e egípcias, como heróis, avatares e messias - surgiu o cristianismo em meio ao império romano.

Os romanos, apesar de destronarem os gregos, eram tão helenizados quanto os demais povos que viveram sob o domínio grego, entre eles o povo judeu. Embora os cristãos abominem a ideia de sua religião como um sincretismo greco-judaico que faz alusão a religiões mais antigas, as evidências não deveriam ser ignoradas: Dos 27 textos que compõe o Novo Testamento, manual da fé cristã, 26 foram compilados em grego, enquanto a Bíblia judaica, conhecida entre os cristãos como Velho Testamento, foi compilada em hebraico, língua natural dos judeus. A língua e a cultura gregas estavam para o mundo neotestamentário como estão o idioma inglês e a cultura americana para o mundo atual.

A semelhança do cristianismo com a mitologia grega é apenas um dos motivos pelo qual a teologia judaica repudia a ideia de Jesus como o messias previsto em suas escrituras. Segue 7 analogias, entre muitas outras não citadas aqui, acerca do cristianismo e da mitologia grega.

1. Zeus e Javé

Estes deuses habitavam o céu, eram supremos e criadores da humanidade em suas culturas de origem. Zeus, deus da mitologia grega, costumava ter filhos com humanas. Javé (ou Jeová), o deus judaico-cristão, teve um filho de Maria, chamado Jesus.

Curiosidade: A visão do messias como filho direto de Javé, não é encontrada nos documentos judeus originais, mas a tradução conhecida como Septuaginta, da Bíblia judia para o grego, traduziu a palavra 'jovem' erroneamente para 'virgem' na profecia sobre o nascimento do messias (Isaías 7.14). Esta tradução, anterior ao surgimento do cristianismo, orientou a crença popular de uma virgem concebendo um filho do próprio Deus. Ora, se Maria engravidou virgem, quem a inseminou não era humano. Mas havendo um erro de tradução, há uma forte possibilidade de Jesus, se existiu, ter tido um pai biológico humano que não foi José. Pois José, magoado, mas ainda amando Maria, resolveu abandoná-la grávida sem denunciar sua traição (crime punido com morte por apedrejamento), dando-lhe a oportunidade de casar com o verdadeiro pai do menino. Posteriormente, convencido por este erro de tradução, José mudou de ideia, assumiu o filho do desconhecido e entrou para a História como padrasto de Jesus. E Maria, escondendo a identidade do verdadeiro pai, por temer a morte ou uma vida de vergonha – ou por ter sido estuprada, talvez por um parente próximo, ou por ter cedido à vontade de copular antes de casar, o que era inaceitável na sua cultura e época – sustentou a virgindade e entrou para a História como a única mulher mãe de um filho de Javé. Só ela sabe o que passou para salvar a própria pele.

2. Hades e Satanás

Hades era inimigo desejoso da posição de seu irmão Zeus, o qual o enganou lhe deixando a pior parte na partilha do universo, o mundo inferior que leva o seu nome. Hades tentou destronar Zeus para tornar-se supremo, mas teve seu intento frustrado. Na interpretação cristã dos textos judaicos, Satanás, outrora Lúcifer (anjo de luz), o segundo na hierarquia celeste, tentou destronar Javé, mas teve seu intento frustrado e foi lançado num abismo.

3. Hades e Inferno

As palavras originais traduzidas para 'inferno' encontradas no Novo Testamento são 3, as hebraicas 'sheol' e 'geena' e a grega 'hades', esta terceira é exatamente a mesma palavra utilizada na mitologia grega quando se refere a um mundo inferior onde ficam os mortos.

4. Titãs e Anjos Caídos

Os Titãs da mitologia grega são seres descomunais, filhos da deusa Gaia e do deus Urano, permanecem confinados no hades devido sua extrema destrutividade. Segundo o Novo Testamento há anjos caídos (demônios) altamente destrutivos amarrados em abismos.

5. Perseus e Jesus

Perseus, ou simplesmente Perseu, é filho de Zeus com uma humana, salvou a humanidade da fúria de Hades que teve permissão de Zeus para castigar os seres humanos. Perseu desceu ao hades a fim de cumprir sua missão. Semelhantemente Jesus, filho de Javé com uma humana, é salvador da humanidade do poder de Satanás, o qual tem permissão de Javé para agir sobre a Terra. Jesus, como Perseu, desceu ao hades a fim de cumprir sua missão.

6. Asclepius e Jesus

Asclepius, filho do deus Apollo com uma humana, tinha o poder da cura miraculosa e por isso rapidamente ganhou fama, motivado pela compaixão ressuscitou um morto. No cristianismo, Jesus, filho do deus Javé com uma humana, ganhou grande fama ao curar milagrosamente muita gente, movido de grande compaixão ressuscitou a Lázaro.

7. Dionysus e Jesus

Dionísio, do grego Dionysus, era o deus do vinho que, ao lutar contra os inimigos de Zeus, teve morte agonizante, mas ressuscitou pelo poder de Zeus e foi assunto aos céus para uma vida eterna. Jesus, considerado Deus pelos cristãos, transformou água em vinho, foi chamado de beberrão, foi morto após a agonia da cruz, mas ressuscitou pelo poder de Javé e foi assunto aos céus para uma vida eterna.

Curiosidade: A maioria dos nomes gregos e romanos traduzidos para o português finaliza em “us” como em Zeus, Deus, Augustus, Maximus, Perseus, Asclepius e Dionysus (em grego Θεός, Δίας, Maximus, Augustus, Perseus, Ασκληπιός, e Διόνυσος respectivamente). Terminações com 'us' são incomuns em nomes traduzidos diretamente do hebraico sendo, as mais utilizadas 'as' e 'é' como, por exemplo, em Elias, Jonas, Josias, Malaquias, Javé e Noé. O nome Jesus (grego: Ιησούς) é a versão grega do nome hebraico Josué (Joshua).

Reflexão

A tradição grega dividia a sua crença em 3 períodos: (1) A ação dos deuses num passado distante, (2) a ação dos heróis – filhos de deuses com humanos, os semideuses – num passado mais recente e, por fim, (3) os homens estabelecendo seu próprio governo, minimizando a interferência dos deuses com a ajuda dos heróis que posteriormente se afastaram da humanidade. Assim as novas gerações da Grécia antiga conheciam os deuses e heróis somente em escrituras do passado, acreditando que tudo aquilo havia realmente acontecido. Da mesma forma os cristãos dividem sua crença em 3 períodos: (1) Um deus criador que agiu em meio ao povo hebreu do passado, (2) posteriormente, num passado menos distante, a crença na visitação de um filho de Deus e, por fim, (3) a humanidade com a responsabilidade de governar a si mesma a partir da ida do filho de Deus até um juízo final. Em vista de tantas similaridades, seria mitologia somente a tradição grega?

"Foi o medo que trouxe primeiro os Deuses para o mundo." Gallus Petronius, cortesão romano do século I 

Obras consultadas:
Bíblia; Deus, um delírio - Richard Dawnkins (impresso); Mitologia grega - Junito Brandão (internet, pdf); Livro de ouro da mitologia grega - Thomas Bulfinch (internet, pdf); Contos e lendas da mitologia grega - Claude Pousadoux (internet, pdf).


Ver também Por que Jesus Não Voltará (O Equívoco de Jesus).

71 comments:

  1. É como já foi explicado com tantos detalhes no texto. Jesus, Deus, zeus, hades e muitos outros são mitos. Eu acho que a tendência em acreditar em seres mitológicos está acabando devido ao acesso à tecnologia que vai gerando conhecimento e que vai esclarecendo o mundo à nossa volta, acabando com nossa ignorância em relação a tudo que existe, como funciona e como tudo isso surgiu.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Isto é muito simples, "Mitologia Grega" é o nome que se dá hoje em dia, porque na altura não se dava o nome de "Mitologia".
      Logo, isso da "Mitologia" é uma ideia que nasceu nos tempos de hoje. Os livros religiosos da antiga grécia foram escritos antes das biblias católicas e cristãs, e como podemos verificar neste artigo e outros, visto que as religiões cristãs e católicas surgiram depois, podemos verificar que tudo foi copiado da religião antiga grega, apenas alteraram algumas coisas, para não ser exatamente igual, Como averiguamos, Maria ficou gravida de josé, e não de Jeová, Maria apenas foi uma mulher como Jesus foi apenas um homem. Todas as religiões em que as pessoas acreditam hoje em dia, toda a informação foi copiada e alterada da religião antiga grega a qual chamam "mitologia". Portanto das duas uma, ou o todas as crenças e religiões são fruto da imaginação do Homem, e é tudo mentira, e que o ser Humano é um ser material, ou a unica religião que exisitu verdadeiramente foi a religião antiga grega.

      Delete
    2. Publicado pelo Estadão em 21/01/07:

      Após 1.600 anos, Zeus volta a ser adorado em templo grego

      Cerca de 200 pessoas participaram da cerimônia em honra ao deus olímpico, organizada pela Ellinais, um grupo que luta para trazer de volta a velha religião

      Ler integra da matéria no endereço http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2007/not20070121p22432.htm

      Delete
    3. QUANDO MAIS CONHECIMENTO MAIS O HOMEM CAIRÁ NELE- NAO RETIRO O CONHECIMENTO DA MINHA VIDA MAS SEI QUE NÃO POSSO DUVIDAR DA EXISTENCIA E PODER DE DEUS E QUE A BIBLIA TINHA E SEMPRE TERÁ RAZÃO PENA QUE ATEUS E OS ACETICOS NÃO TENHAM UMA MENTE BRILHANTE PRA DESCOBRIR ISSO- NAO ME REFIRO A RELIGIÃO NAO SOU RELIGIOSO NEM FUNDAMENTALISTA MAS CREIO NA EXISTENCIA E AÇÃO DE DEUS NA HISTORIA - GENESIS 1:1 E JOÃO 1:1-3

      Delete
    4. Sérgio eu só posso concordar com vc e parabenizá-lo pelo comentário!

      Delete
    5. ACÉTICO KKKKK RINDO ATÉ 2018.

      Delete
    6. Depois de ler algo desse tipo,me deu vontade de me matar pra não viver em um mundo de pessoas como vc.Porque nem todos tem a mente brilhante de saber exatamente o que a Bíblia diz,nem todos lêem e sabe realmente o que cadê parte dela está querendo dizer.

      Delete
  2. eu não tenho o direito de ter raiva de pessoas ateus convictas, pois se eu estivesse me afogando a tantos fatos históricos e científicos tanto falsos ou verdadeiros que existem, eu também seria um ateu convicto e persuadiria a muitos.

    o fato é que já tive um relacionamento íntimo com Deus, eu o sintia.

    demônios e anjos existem, e tem certos tipos de coisas que vc não vai descobrir através de conhecimentos e sim de práticas.

    teoria é desprezível em relação a experiência.

    sobre o post tenho que concordar que existe muitas semelhanças e é claro que existe alguma coisa oculta a todos nós que liga tudo isso, tudo é possível, mas eu sei que Deus vive, que existem seres espirituais.

    nossas opiniões devem ser resultados de experiências e não de teorias baseadas em coisas que vemos e lemos, pois nunca vamos saber o que é falso ou verdadeiro.

    ótimo post.

    ReplyDelete
    Replies
    1. '' o fato é que já tive um relacionamento íntimo com Deus '' pode me dar um detalhe?

      Delete
    2. devem ter feito sexo. como deus fez com maria, safadinho hiem
      poderia responder qual deus vive?desculpe a pergunta mas são tantos. e com que base? pode me dizer o que é viver? ter carne no corpo talves?existir? seu deus tem isso? o que existência? tudo que é vivo envelhece e morre? realmente voce quer dar essa fraqueza a seu deus? tudo que existe que conhecemos se transforma? e seu muda?se transforma?
      os ensinamentos desde deus são baseados na escrita tambem? pode ter sido manipulados, como o senhor afirma, talves tenha muitas coisas falsa e poucas verdadeiras no manual de instruções que seu deus entregou alguns anos depois de fazer.
      acreditar em experiências. experimentação vc quer dizer,qualquer pessoa pode inventar , dizer q sentiu, dizer q deus falow com ele, ou planta falow, ele é o escolhido, vc deve obedecer ele. desculpe dizer mas a ciência ja trabalhar assim a muito tempo, a parti da experiência e observação.
      queria saber porque a gente que nao acredita sempre é bem sarcástico?

      Delete
    3. '' o fato é que já tive um relacionamento íntimo com Deus '' pode me dar um detalhe?
      Heuheeuheuheueehhehehheeueheuhheu

      Delete
    4. Verdade então não da pra ler a bíblia e dizer que é verdade

      Delete
    5. Verdade então não da pra ler a bíblia e dizer que é verdade

      Delete
  3. Seu artigo apresenta informações pertinenentes, interessantes, verdadeiras.

    Está bem escrito.
    Se permitir o publicarei no meu jornal: http://jornaldelfos.blogspot.com/

    ReplyDelete
  4. muito bom mesmo!!!

    ReplyDelete
  5. Interessante as comparações.
    No entanto, repetitiva.
    Diz-se a mesma coisa das lendas egípcias, e agora com a grega.
    Afinal, quantas comparações se tem da história de Jesus Cristo? Inúmeras.

    Mas, atentemos para uma diferença: Diferentes das demais história, a história de Jesus Cristo já é comprovada, cientificamente, quanto a sua existência humana. Ou seja, não se trata de um mito, e sim de um fato real. Agora, quanto a sua Divindade, é questão de fé.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Você está mal informado. Não existe nenhuma prova histórica da existência de Jesus. Fraudes grosseiras como a adulteração de texto do historiador Josefo são tiros no pé. Os evangelhos não passam de fábulas doutrinárias. Na época em que Jesus "teria" vivido, "messias" era o que não faltava na terra dos profetas. Qualquer deles poderia ter servido de modelo para o tal Jesus chamado de Cristo.

      Delete
    2. Perfeito Victor!
      Existiram "messias" para todos os gostos e a combinação deles, depois dos concílios e com a força político, foram dando a forma que quiseram.
      Nem os crentes da época, tinham um concenso sobre qual deles (os messias) deveriam acreditar.

      Delete
  6. bem frente a isso há uma pergunta, a revelação.
    O livro de apocalipse e alguns escritos de Daniel, profeta do Antigo testamento, revelam fatos antes de terem acontecido porém com alegorias e tipologias (ver Daniel 8, onde ele prediz o ataque terrorista ao Word Trade Center)
    se a bíblia tivesse tido alguma influência da antiga Hélade, Paulo, apóstolo de Jesus, contestou veementemente práticas cúlticas a deuses pagãos.
    há também o porém de o cristianismo ser monoteísta e não politeísta como a religião grega, e a crença em Jesus Cristo como não só filho de Deus mas no próprio Deus, sendo que o cristianismo verdadeiro prevê uma Trindade e não apenas seres isolados.
    Na mitologia cada Deus tem uma designação e foram criados, filhos de Titãs.
    Na Bíblia Deus é preexistente, Incorruptivel e criador de todos os seres, é Deus tanto dos céus como da terra e mar e tudo que nele existe.
    Paulo mesmo apresenta aos helenos, um Deus todo poderoso no livro de Atos dos Apostolos, no episódio narrado, os Atenienses o cultuavam como o Deus desconhecido.
    Mesmo os pensadores gregos criam num Deus todo poderoso, daí a a formulação da filosofia primeira de Sócrates hoje conhecida como Teologia.
    Sendo assim eu como um ex-neopaganista declaro impossivel uma relação entre Bíblia e mitologia, além de provar que YHWH, É O DEUS TODO PODEROSO!
    ISAÍAS 43.11,12,13.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Só vou citar duas incoerências em seu texto: Você se diz ex-pagão, mas cultua um homem como Deus. Divinizar o imperador de Roma e divinizar o profeta galileu não é a mesma coisa? O mesmo paganismo? Então, só seriam "não pagãos" os judeus e os muçulmanos, além dos budistas. Você também se considera monoteísta. Errado. A trindade cristã é tão monoteísta quanto a trindade egípcia Aton, Ré, Amon. Monoteístas são o judaísmo e o islamismo. Para finalizar: Descobrir atentado às Torres Gêmeas em profecia de Daniel é abuso de imaginação delirante. Mas talvez não passe de licença poética. Encontrar chifre em cabeça de cavalo seria obra mais meritória. .

      Delete
  7. Caçador de asnos12:54 AM

    seja qual for o deus, todo poderoso ou não, é ilusão...

    ReplyDelete
  8. Devo concordar com muitas coisas ditas em comparação da mitologia cristã com a grega. Eu sigo o Judaísmo Secular Humanista e estudo os costumes do povo judaico, e venho dizer que o cristianismo deturpou muitos fundamentos judaicos. No próprio judaísmo, é aceito que se debate com D''s, pois Ele, ainda que criador, é imperfeito. Não à toa ele descansou no sétimo dia. Exatamente por não ser onipotente. Infelizmente o cristianismo criou essa aura de que judeus sejam tão fanáticos* quanto eles. Não somos. Se pesquisarem pela história, muitos judeus auxiliaram o ateísmo, pois não se trata de veneração a imagens, criaturas fantásticas. Freud, Einstein, Wood Allen, Steven Spielberg, ateus-judeus que são aceitos na comunidade judaica. Já no cristianismo, o ateísmo é visto como algo absurdo. Eu gostaria de saber por que os cristãos têm esse ego inflamado, essa ambição pelo domínio do mundo.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Parabéns, Francesco. Os judeus que mais admiro (Einstein e Freud) são também os homens que mais admiro, além de Nietzsche e Darwin. Só achei curiosa essa sua observação quanto à não onipotência de Deus. Muitas vezes ironizei sobre essa de ele ter descansado no sétimo dia. Mas eu sou ateu. Gostaria que você me explicasse segundo a vossa ou sua ótica.

      Delete
  9. Além do mais, no próprio Judaísmo não existe inferno, céu ou purgatório. O local que foi chamado de ''inferno'', era na verdade o local onde se jogava o lixo, e para que não se acumulasse, queimavam-no com enxofre. Os assassinos, ladrões, quando morriam, tinham seus corpos jogados no campo de fogo do lixo. Logo, quando alguém passou próximo e escutou a história de que quem morresse e fosse ladrão, teria lugar no lugar de fogo. Daí surgiram essas confusões literárias.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oportuna essa observação. Só os cristãos não entendem que o inferno foi inventado a partir do Hades grego com o acréscimo do fogo da Geena..

      Delete
  10. A história do surgimento do cristianismo faz parte da sua doutrina (Atos), não da história propriamente dita. Não se pode considerar o acatamento do Novo Testamento como científico, pois não é. Portanto, essa questão ainda é tratada de forma ideológica. Uns engolem tudo que seja contrário à versão oficial apenas por se contrário. Por exemplo: discordo que Constantino seja o pai do cristianismo, a despeito da sua participação. Quando ele nasceu o cristianismo contava com mais de século de existência. Constantino conheceu Lactâncio na corte de Diocleciano, na qual o filósofo cristão conspirava abertamente contra o sistema religioso que sustentava a tetrarquia. Portanto, os cristãos primitivos (possivelmente) nunca pisaram em Jerusalém e pertenciam as classes abastadas. A pátria do cristianismo foi a Ásia Menor. O Novo Testamento continua a ser um arranjo literário sem confirmações históricas. O motivo do surgimento do cristianismo foi o crescimento do proselitismo judaico nos três primeiros séculos. O cristianismo é o antídoto grego (com o apoio de uns poucos latinos) contra o judaísmo.
    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/a-antiga-dec-ncia-crist
    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/e-o-mundo-ocidental-quase-foi-judeu

    ReplyDelete
  11. Reliogiosos, nada contra vcs, pois como diz Raul, va e faça que tu queres pois é tudo da lei. Agora é uma Puta sacanagem Deus dar inteligencia pra voces, e vcs nao ultilizar tal poder dado por Deus. Como disse Jesus: Lucas 6:42 temos o sábio conselho: “Como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão.” O importante era a ideia de Jesus, não a porcaria da salvação que todo mundo espera, façam sua parte como gente. É muito mais facil eu confiar num ateu que não espera nada de Deus e faz tudo por amor prórpio do que um fanatico religioso egoista. Jesus teria vergonha do que chamamos de Cristianismo hj.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim, teria vergonha mesmo!! Tanto que, SE realmente houver uma 'destruição', um fim, um 'harmagedom', tenho certeza, que deus começaria a julgar/destruir os DE DENTRO de cada religião que diz servi-lo e depois vai pra guerra, mata, estupra, comete pedofilia, etc, etc... Triste, né?! :(

      A religião, atualmente, tem sido a maior formadora de ateus e agnósticos no mundo!!

      Delete
    2. Agostinho disse que o maior perigo para a fé é a curiosidade, e Lutero advertiu que todo cristão precisa arrancar os olhos da razão.
      Cristianismo é burrice assumida. Ignorância institucionalizada.

      Delete
  12. Muito interessante. Apenas a questão da "curiosidade" a respeito dos nomes que não procede, pois os nomes citados estão no português e os cristãos em Israel utilizam o nome hebraico de Jesus que seria Yeshua.

    ReplyDelete
  13. Achei riquíssimo, de informações reflexões essas que já as tinha observado. Porem entendamos que a Historia não mente, pois existem documentos (que pode ate ser forjado) porem nos leva a pender mais para a certeza de Cristo. Ainda mais a comprovação de sua existência estorrica. Já não se encontra tantos fragmentos a cerca de Dyonisio, Perseu e etc.. Ainda que não seria eu tolo o suficiente para negar tais semelhanças. Seja grego (politeísta) ou judaico (monoteísta) devo tomar por verdade revelada da existência de um ser divido e de certa forma criacionistas. Parabéns por expor o resultado dessa pesquisa de forma clara e expositiva.

    ReplyDelete
  14. INTERESSANTE A SEMELHANÇA POREM FÉ É FÉ E CADA UM ACREDITA NO QUE QUISER , SE VOCE CRE QUE VIEMOS DA ABOBORA GIGANTE QUE EXPLODIU E DEU A VIDA TUDO CERTO É A SUA CRENÇA ,

    ReplyDelete
    Replies
    1. Você está tão obcecado e doutrinado pela crença que mistura alhos com bugalhos. Ciência não tem crença. Tem provas. E quando essas provas se revelam erradas oi insuficientes, a ciência se corrige. Quem não se corrige em sua estupidez fossilizada é a crendice baseada em dogmas. E pare de digitar MAIÚSCULAS. porque é não é no grito que se ganha debate racional, mas sim com argumentos racionais. Se você se sente feliz por não passar de um boneco de barro bafejado pelo bafo divino, parabéns. Tijolo também é feito de barro, logo, deve ser seu parente. Já eu não sou filhote de deus, mas sim homo sapiens, parente de outros primatas.e com muito orgulho (de ser primata e sapiens).

      Delete
  15. meu amigo ali disse há mesmo um pano que jesus foi enterrado , orrado com sangue q nem era animal e nem humano. Mas segundo a mitologia grega, hercules filho de zeus morreu envenenado com sangue de um centauro, que não era nem humano e nem animal. q doidera vei

    ReplyDelete
  16. Muito interessante e desafiador para muitos estudiosos da historia judaica cristã ou grega, mais desafiar provar a existência de Cristo é fácil, eu quero ver você estudar realmente ao fundo e provar a sua não existência pois para todo sim à um não, para todo preto a um branco, como para todo crente a um ateu, qual o seu medo a sua existência ou a sua falha como estudioso, como você mesmo supos, Maria teria muitos motivos para se esconder por medo da morte mais também teria muitos motivos para se orgulhar de sua gravidez você lida com um bando de suposições,mais aonde esta a sua verdade, história, historia, feita daquilo que se diz ter visto ou daquilo que se tenha escrito, ela transforma um fraco derrotado no maior dos heróis, mais aonde esta a verdade naquilo que se diz ou naquilo que se escreve, e quem garante a sua fonte, Deus ou Albert Einstein,ser sarcástico ao comentar sobre a história é a mesma coisa que zombar de suas próprias palavras pois afinal quem vai poder confirmar as suas verdades sejamos francos não ha como ficar sentado ai em sua cadeira analisando aquilo que pode ou não ser verdade você cai na sua própria armadilha ou seja passarinho voando para a arapuca, como falar daquilo que não viu ou não viveu.
    Seja feliz em tudo que faz.

    ReplyDelete
  17. O conhecimento nos faz conhecer a Deus, quanto mais se estuda mais vimos que Deus existe. Nada aconteceria se não fosse por Deus. Me diga de onde veio o primeiro sopro ou um raio de luz?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Me diga de onde veio Deus. Enquanto pensa, estude a lei de Lavoisier. Se você souber interpretar texto, decerto chegará à conclusão de que aquilo que não tem fim jamais teve princípio. Acreditar na Criação é, no mínimo, infantilidade.

      Delete
  18. Anonymous12:26 AM

    há realmente muitas similaridades. Talvez a própria mitologia grega pode ter se inspirado na cultura judaica. Trechos de tábuas de argila encontrados em Ebla datados em 2.300 a 2.000 a.C citam estórias e nomes de figuras do velho testamento como Adão, Eva, Miguel, Israel, Noé e outros. Além disso, muitas passagens sobre a profecia de um salvador presentes no velho testamento, também foram encontradas em vários registros e datadas por volta do mesmo período. Talvez passagens antigas como essas podem ter tido sua influência na Grécia antiga.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Heródoto11:28 AM

      A Torá foi redigida na sua forma de cinco livros em torno do ano 450 a.C., usando elementos de até 1000 a.C. O Neviim e o Ketuvim foram parcialmente compilados no século VI a.C. de materiais dos séculos VII e VIII a.C., e então expandidos no período pós-exílio entre os séculos V e II a.C.

      É amigo! Alguma coisa não bate nesse história sua.

      Delete
  19. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  20. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  21. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
    Replies
    1. This comment has been removed by the author.

      Delete
  22. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
    Replies
    1. This comment has been removed by the author.

      Delete
  23. Gostaria de saber qual a bibliografia usada neste texto. Obrigada!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Roseli,
      As bibliografias utilizadas foram:
      1) Bíblia
      2) Deus, um delírio - Richard Dawnkins (impresso)
      3) Mitologia grega - Junito Brandão (internet, pdf)
      4) Livro de ouro da mitologia grega - Thomas Bulfinch (internet, pdf)
      5) Contos e lendas da mitologia grega - Claude Pousadoux (internet, pdf)
      Sds.

      Delete
    2. Mas o livro do Thomas foi escrito em outro tempo,as informações de lá,não se sabe se ainda está correto.Li.várias vezes esse livro e já achei muitos erros.Principalmente na parte nórdica.

      Delete
  24. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  25. Amei seu post, até o utilizei para um seminário da faculdade, pois suas hipóteses são plausíveis e lógicas, leio mitologia e livros cristãos desde quando aprendi a ler - na verdade uma história sobre Hércules foi a primeira que eu li - e tenho percebido em todo esse tempo de leituras que os deuses sobrevivem de adoração, quando esta adoração é estagnada ou trocada eles "morrem", na verdade são esquecidos.
    Devemos lembrar que as religiões egípcia, nórdica e principalmente a grega foram extremamente hostilizadas, isso sem contar as seitas da época, como a necromancia, a maçonaria e tantas outras. Muitos arquivos, artefatos foram destruídos ou guardados em lugares até hoje desconhecidos, não esqueçam que o Vaticano possui uma saleta com arquivos que somente o papa e os cardeais possuem acesso, nem os zeladores podem limpá-la, imagine o conteúdo que há naquele lugar.
    A Bíblia pode até ser uma verdade absoluta, porém não difere do fantástico das outras mitologias e as semelhanças entre elas é normal, pois a religião cristã é um sistema ideológico atrelado ao sistema econômico vigente e que se adapta constantemente, anterior ao monoteísmo cristão já existia o politeísmo das inúmeras religiões, hoje mitos, espalhados pelo mundo e o cristianismo o "depôs" para assumir seu lugar.
    Enfim, eu creio que possuímos um plano esotérico recheado de deuses, movidos por adoração, ou esperando para ser adorados, quem faz briga pelo deus A ou pelo deus B são os humanos, não as divindades, então vamos venerar ou não quem a gente quiser, sem hipocrisias ou fanatismos.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Rúbia,
      fico feliz por nos presentear com seu rico comentário.
      Felicidades.

      Delete
  26. Gostei da sua comparação, muito boa.

    ReplyDelete
  27. Bom dia primeiramente .
    GOSTARIA SOMENTE DE EXPRESSAR A MINHA OPNIAO!
    DIANTE DE TUDO QUE JA LI , FORMO A SEGUINTE!
    O PROPRIO TEXTO DIZ QUE MARIA FICOU GRAVIDA SEM PERDER A VIRGINDADE , O QUE É UMA FAÇANHA! E O PROPRIO TEXTO DIZ QUE O MESMO NAO PODERIA SER FEITO POR UM HUMANO . DIANTE DESTE FATO , QUEM TEM UM CONHECIMENTO AVANÇADO SABE DA COMPROVAÇAO DA EXISTENCIA DOS ETS . A INTELIGENCIA DELES NOS SUPERA E NOS DIMINUI DIANTE DA TECNOLOGIA . SENDO ASSIM CREIO QUE ALGUNS DEUSES ERAM ETS , COMO ZEUS QUE ERA O DEUS DOS CEUS POR EXEMPLO. OS ETS ESTAO RODEANDO A TERRA E FAZEM VISITAS CONSTANTES , MAS AS AUTORIDADES EMITEM TUDO SOBRE.
    NOS EUA MESMO , EXISTE UMA LEI EM QUE E PROIBIDO TER COMTATO COM ETS '-' AS MAIORES VERDADES SOBRE ELES ESTAO LA MESMO NOS EUA , LI UM ARTIGO DE UM EX AGENTE DE FORÇA AREA EM QUE ELE DIZ QUE EXISTE 57 OU MAIS RAÇAS ALIENIGENAS , ISSO TUDO VOCE PODE VER NESSE DOCUMENTARIO : Fastwalkers: A prova de que eles estão entre nós.
    E ESSE PAPO DE QUE O PAPA GUARDA COISAS QUE NINGUEM TEM ACESSO , TENHO CERTEZA QUE TEM AVER COM ETS . É O UNICO ASSUNTO QUE O MUNDO INSISTE EM NAO FALAR .
    TENHO 17 ANOS , ACEITO CRITICAS , E DESCULPEM PELOS ERROS DE PORTUGUES!

    ReplyDelete
  28. Estamos presos em uma MATRIX onde tudo é inserido não baseados em verdades, mas em como eles quer que voce crê afim de nos manter presos nos sistema, por medo ou falsa convicção, e a melhor maneira de se fazer isso é manipulando a fé e a crença das pessoas, tanto nas religiões, na educação escolar e na politica, a história do brasil é maquiado compoletamente, tiradentes, cabaral, d. pedro, etc etc. tudo mentira, até hoje quanto mais enganados estivermos, mais fácil de sermos dominado, Vcs. acham que O Ser Eterno Criador Todo Poderoso, Sábio, Oniciente, Onipotente e Onipresente, precisa do seu dinheiro, precisa de sacrifícios, de rituais, de representantes, o Ser Criador é Espírito, Bondoso, Amoroso, Misericordioso, Perdoador, vcs, acham que Ele mandaria os Israelitas promover aquelas matanças para ficarem com as terras alheis, matando mulheres, crianças e até os animais, tudo sob ordem de deus, que deus é esse , com certeza esse não é O Meu Criador, esse é o deus das mitologias que exige sacrificios, dinheiro e está cheio de representantes safados e pedófilos, vendendo curas e prosperidades, enquanto os seus representantes se engordam, comprando fazendas de gado, jatos, carrões e contas em paraisos fiscais, verdadeiros cães gulosos, por isso digo, deus não existe é produto oriundo de zeus o pai dos deuses da mitologioa, O SER ETERNO CRIADOR É O ESPÍRITO CRIADOR, Não precisa de nada apenas de nosso respeito e amor, o que Ele pede de ti, nçãda só que ame o seu proximo como a si mesmo e a ele sobre tudo, po resto é enganação, vcs, veja bem, as bíblias é uma copia aperfeiçoadas das tabuletas de argila dos Sumérios. ,

    ReplyDelete
  29. Judaísmo é praticamente o culto a saturno(cronus)posidon,melkart,molok,minotauro de Creta).....pode ver que os tais "sábios" judeus fazem sempre uso do grego e do fenício(de onde plagiaram o seu alfabeto "hebraico". Judaico-cristianismo uma já uma reforma mitraísta(financiados pela elite mercantilista russa/norte européia é uma invenção reformada das crenças greco-fenícias que também não poupou sincretismos com o celtismo e o arianismo germânico(raça pura) e foi se construindo ao longo dos tempos. Religião e Guerra , nunca andaram separadas porque política e economia são irmãos siameses.

    ReplyDelete
  30. “A verdade histórica é a mais ideológica de todas as verdades científicas [...]Os termos de subjetivo e de objetivo já não significam nada de preciso desde o triunfo da consciência aberta [...]. A verdade histórica não é uma verdade subjetiva, mas sim uma verdade ideológica, ligada a um conhecimento partidário”. (ARON cit. por Marrou, s/ data, p. 269)

    Se a fé nunca dependeu da história, porque fazem tanta questão desta última? Por que insistem em preservar essa bruma que envolve os primeiros séculos do cristianismo? Não devia ser assim. No entanto, quando fazemos uma aproximação dos fatos com fatos e não com ideias, é possível outra conclusão.

    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver

    ReplyDelete
  31. Li a matéria e todos comentários.
    Religião é a mesma coisa que ateísmo, ambos são fanáticos e querem divulgar e pregar suas crenças.
    A primeira inventou esse deus, a segunda passa os dias e as noites discutindo e usando seus defeitos, para refutá-lo.
    Debate sem nexo.

    ReplyDelete
  32. Não fosse a religião, não existiria ateu.
    No máximo, existiriam os mesmos agnósticos que já existem.
    Religiosidade ou ateísmo, é um estado de desenvolvimento incompleto ou inibido do intelecto, que envolve prejuízo de aptidões e faculdades que determinam a inteligência, como as funções cognitivas, linguísticas, motoras e sociais.

    ReplyDelete
  33. O ateu por definição é um cético. Portanto, ele NÃO crê! Deste modo ele NÃO divulga "crenças". O ateu não crê que o Deus de Abraão exista, assim como ele não crê que fada do dente exista. Ele também NÃO crê que Horus, Krishna ou Vishnu existam. E notem que ele é cético em relação a existência de qualquer ser imaginário e não somente a algum específico. Exatamente o contrário do que acontece com aquele que crê em algum específico... Ele é ateu em relação a todos os outros. Percebem a diferença agora?

    E esta discussão não é sem nexo, de modo algum! E ela se dá pela imposição de muitos daqueles que creem sobre os que não creem. É uma disputa filosófica e social que surgiu desde que primeiro néscio povoou os céus com seus delírios. Desde então, a história nos conta que, independentemente do credo, aqueles que discordavam ou discordam, quer seja por não acreditar ou por preferir acreditar em outra coisa qualquer, eram e ainda são perseguidos e oprimidos.

    Ler ou ouvir alguém dizer que esta seja uma discussão sem nexo, num mundo em que perseguições e atrocidades cometidas em nome de crenças ainda campeia. Ou dizer que ateus divulguem crenças... É uma coisa difícil de compreender ou aceitar.

    Um pouco de história, filosofia e menos arrogância sempre fazem bem.

    Recomendo.

    ReplyDelete
  34. Tôlos! todos vocês são tôlos!
    A húmanidade está a ponto de explodir, como uma bomba, e quando isso acontecer, a destruição, a dor e a agônia assolará os quatro cantos da terra! Todos estão cometendo um erro que terá consequencias Inimaginavéis!
    Deus só está dando corda para vocês, pois ele ainda espera que todos acordem e vejam o erro fatal que estão cometendo!
    Más pelo andar das coisas, nada mudará e Deus, o Deus dos Deuses, dará ordem aos tais, e a destruição começará! Ele ainda tenta nos mostrar o seu poder, terremotos, tsunamis, tempestades, fúrações, vúlcões.. Tudo para tentar fazer com quê a húmanidade acorde! Más sempre a ciência tem uma explicação.
    Em breve a fúria de Deus cairá sobre a terra, e os deuses a tornaram seu campo de guerra, destruição, repúdio e ódio.
    Pessoas puras como tais que sabem a verdade, sofreram, agonizaram perder e morreram, tudo pelo erro infántil que o resto da húmanidade está comentendo.
    Se desejarem podem me ofender de quais formas sejam, removam este comentário, pois vejo que não aceitam "pregações" más isto não se trata de uma pregação e sim a verdade de um futúro sem volto.
    E nada, nada do que fizerem mudará o destino da húmanidade, o destino que os próprios criaram.

    ReplyDelete
  35. Tem tanta coisa errada no seu comentário,realmente me entristece saber que existem pessoas tão crédulas como vc,vivendo com medo,sendo apenas um escravo.Espero que não tirem seu comentário, vc é um exemplo do que a superstição e o misticismo faz com o ser humano.

    ReplyDelete
  36. Não tenho meu filho, apenas os homens tem medo, medo do que fizeram
    más que está feito está feito, nada pode mudar.
    Vou sair desse site para evitar conflitos, más não só você, mais como muita pessoas ainda vão lembrae desse comentario

    ReplyDelete
    Replies
    1. Fala muito e não diz nada Hartmuth,palavrório e proselitismo.Sou homem e não fiz nada de errado,não devo nada a esse ser imaginário que vc tanto teme.

      Delete
  37. infelizmente a bíblia não foi escrita depois da mitologia grega,por que a própria arqueologia comprova que ela foi escrito nos tempos da Mesopotâmia

    ReplyDelete
  38. O que vc quer dizer com "nos tempos da Mesopotâmia"?parece querer dizer que é uma civilização,no entanto é uma região,que fica no crescente fértil entre os rios Tigre e Eufrates e que quer dizer exatamente isso,"região entre rios".
    Outra coisa,essa região existe até hj onde fica localizado o Iraque,as primeiras civilizações foram os Sumérios e os Acádios sendo sucedidas por muitas outras através dos tempos.
    Ou seja sua resposta não tem nexo algum.

    ReplyDelete
  39. Nossa!!! adorei os comentarios. Até então, achava que eu tinha um alto conhecimento e que estava preparado para debater com qualquer religioso. Estava enganado, ainda tenho muito à aprender. Obrigado à todos por compartilharem seus conhecimentos de maneira tão clara e precisa.

    ReplyDelete
  40. A unica coisa que realmente conta e que se o respeito prevalecer estaremos criando o unico DEUS que realmente importa porque quem respeita o proximo nâo mata nao rouba nao destroi a natureza e nem a crença dos outros e isso sim é inteligente sábio e verdadeiro .

    ReplyDelete
  41. Vocês estão precisando "ler" Craig

    ReplyDelete
  42. Pessoal, por favor, antes de postar essas baboseira, leiam bastantes as histórias dos povos que antecederam aos cristãos.

    Primeiramente todas as religiões falam sobre amor e paz e algumas sobre salvação. A religião Egípcia e Grega foi totalmente baseada na Antiga Mitologia Mesopotâmica, totalmente, nada difere. Mas o Cristianismo é real, nada é comparado em relação ao passado. Quanto ao 25 de dezembro e quando a procissão de Maria, a Bíblia Sagrada nada fala, quem inventou os cultos não bíblico não foi Deus, foi o homem. Estudem um pouco mais. Deus existe, pois nós somos a sua máxima obra, nós somos processo de um procedimento físico e químico, duma engenharia genética que só Deus pode realizar.

    Deus abençoe a todos!

    ReplyDelete
  43. Concordo com um comentário ai... Realmente, Anjos e demonios existem. Zeus também existia para os gregos. Eles estão errados?? Você esta errado?? Teve um encontro intimo com Deus?? Uma sacerdotiza também já teve com Apolo. E então? Ela deveria estar errada pois quem esta certo é você? Já parou para pensar na quantidade de Deuses que existem no mundo? Já parou para perguntar quantas pessoas já tiveram "experiencias" com seu deus?? E ainda sim, só o seu é válido? Só sua escritura esta correta?? (apesar de tantos erros de tradução que mudam todo o contexto, ainda sim, cegamente, só você esta correto?? É por este motivo que abandonei a religião a muito tempo, prefiro ficar de fora e respeitar a tudo do que respeitar a nada.

    ReplyDelete
  44. E só para lembrar, a terra não em teoria é redonda (achatada nos polos) por tanto não tem cantos.

    ReplyDelete

Pregações, palavras de baixo calão, ofensas pessoais, práticas de trollagem, rotulações e argumentos ad hominem serão excluídos.