Compartilhe esta página no Facebook

Compartilhe esta página no G+

Pesquisar no site

Davi e Jônatas, homossexuais?

Nota: Este autor, embora de orientação heterossexual, repudia discriminações à opção sexual alheia. As linhas que se seguem visam tão somente demonstrar que o homossexualismo rejeitado pela maioria de nós e abominado por religiosos pode ter sido a opção sexual de um dos seus maiores exemplos de fé.

Muito se ouve dizer sobre grandes vultos históricos como Alexandre o Grande e Nero sendo homossexuais, assim como o guerreiro grego Aquiles e até mesmo Hitler. Mas pouco se ouve falar que uma importante personalidade bíblica, exemplo de fé entre judeus e cristãos, tenha optado pela homo ou bissexualidade. Em I Coríntios 6.9, o apóstolo Paulo declara que efeminados (homens com trejeitos de mulher) e sodomitas (praticantes de relação sexual anal, tanto hétero como homossexuais) não herdarão o reino de Deus. E em Romanos 1.26 e 27 o mesmo Paulo deixa implícito que homossexuais serão castigados devido à esta opção. Mas o que diria o grande rei Davi acerca destas afirmações que não pôde conhecer por ter morrido séculos antes do nascimento de Paulo?

Seria Amor à Primeira Vista?

Diz o autor de I Samuel que o rei Saul chamou à sua presença a Davi, ainda apenas um jovem guerreiro, devido aos seus grandes feitos em combate e por ter matado o gigante Golias. Nesta ocasião Jônatas, filho do rei Saul, ao ter visto pela primeira vez Davi, o amou: Ora, acabando Davi de falar com Saul, a alma de Jônatas ligou-se com a alma de Davi; e Jônatas o amou como à sua própria alma (I Samuel 18.1).

Por Que o Pai de Jônatas Desejou Matar Davi?

Falou, pois, Saul a Jônatas, seu filho, e a todos os seus servos, para que matassem a Davi. Porém Jônatas, filho de Saul, estava muito afeiçoado a Davi. (I Samuel 19.1). Segundo o autor bíblico, depois de um tempo o rei Saul passou a desejar a morte de Davi porque estava com ciúmes de sua veneração pelo povo. Porém é estranho Saul, depois de estar ciente da popularidade de Davi e de recebe-lo na família casando-o com a própria filha Milca, deseje a morte do genro. No entanto, uma lida atenciosa dos textos posteriores, pode elucidar o caso: Então se acendeu a ira de Saul contra Jônatas, e ele lhe disse: Filho da perversa e rebelde! Não sei eu que tens escolhido a filho de Jessé (Davi) para vergonha tua, e para vergonha de tua mãe? (I Samuel 20.30). Embora se interprete que a escolha de Jônatas seja a de Davi como rei, o contexto parece não demonstrar apenas isso. O trecho para vergonha tua, e para vergonha de tua mãe não tem muito sentido se a irritação de Saul fosse somente pela perda do reinado, mas fica bem mais claro se for considerada a homossexualidade de Jônatas, o que era considerado extrema vergonha para uma mãe que passou nove meses gerando um homem. Se a abominação à homossexualidade dos filhos é comum nos pais atuais, o sentimento de vergonha era mais intenso nos pais das sociedades primitivas extremamente machistas dos tempos bíblicos. É possível que a decepção de Saul tenha sido dobrada porque não só descobriu que o filho era homossexual, mas também porque este se envolvia com seu próprio genro Davi ao qual recebeu com toda hospitalidade em sua família.

A Despedida

Por um tempo Jônatas conseguiu convencer seu pai a não matar Davi, mas Saul voltou a se indignar e Davi precisou fugir, então Jônatas vai escondido ao encontro dele para despedir-se: ... beijaram-se um ao outro, e choraram ambos, mas Davi chorou muito mais. (I Samuel 20.41). Alguns especialistas dizem que a ultima parte deste texto é de difícil tradução e pode ser entendida também como: 'mas Davi se excedeu'. Desta forma Davi pode ter dado mais do que beijos em Jônatas, fazendo também carícias que encontra apoio nas saudosas palavras de Davi: Angustiado estou por ti, meu irmão Jônatas; muito querido me eras! Maravilhoso me era o teu amor, ultrapassando o amor de mulheres. (II Samuel 1.2).

Embora o caso de Davi e Jônatas possa ser exceção, é remota a possibilidade de um heterossexual movido pela saudade, vir a dizer que o amor de seu amigo ultrapassa o amor das mulheres.

"É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito." Albert Einstein

66 comments:

  1. "anônimo disse:voces vão é pro inferno!!! com DEUS não se brinca!!! " esse é o verdadeiro amor cristão! parabèns..ah muito Show o site,tô devorando as matérias, e pro anônimo ,vc vai pro inferno em várias religiões tbm viu? abraço galera

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sinto dizer-lhes que tudo acima está incorreto. A versão da Biblia que voces estão lendo está censurada completamente. A versao traduzida diretamente do HEbreu e aprovada pela Conselho Episcopal da Espanha diz claramente que, ao receber a noticia da morte de Jonathan, David disse: Cheio de angústia por ti, Jonathan, irmão meu, extremadamente querido. Teu amor foi para mim mais delicioso que o amor das mulheres. (Samuel, 1º. Livro, Capítulo 18, Versículo 26).

      Delete
    2. Mesmo que a versão bíblica usada pelo autor estivesse correta, ainda assim o texto não teria veracidade.
      Não estávamos no passado e não sabemos o pensamento, as formas de se relacionar e se as frases eram mesmo de interesse homossexual por parte de ambos ou apenas uma grande amizade.
      A bíblia também mostra outros casos onde frases também parecidas como as do texto estão, sem se tratar de casos de homossexualismo, como no caso de Jesus ter dito que amou o jovem rico.
      Davi na sua maior parte da vida teve conduta de homem, teve mulheres e sempre desempenhou papel de homem, logo, o texto nos induz a acreditar mais numa grande amizade do que num caso de homossexualidade.
      Temos que levar em consideração todos os textos, toda a história de Davi e sua conduta, além de outros fatos da Bíblia.

      Delete
    3. O inferno tá bombando!
      To me mandando pra lá URGENTE!!

      Delete
  2. Anonymous9:41 AM

    Um dos nove livros da década de 70 que promove a teologia favorável ao homossexualismo é Jonathan loved David (Jônatas amou a Davi), escrito pelo pastor episcopal Tom Horner. O livro pretende dizer que entre Jônatas (filho de Saul) e Davi (genro de Saul) havia uma relação homossexual.

    É verdade que Jônatas amou a Davi. Está lá nas Escrituras Sagradas: “A alma de Jônatas se ligou com a de Davi; e Jônatas o amou, como a própria alma” (1 Sm 18.1).

    Não era só Jônatas que amava Davi. Saul também “o amou muito” (1 Sm 16.21). Mical, a irmã de Jônatas, “amava a Davi” (1 Sm 18.20).Também não era só a família de Saul que amava a Davi. A mesma Escritura afirma que “todo o Israel e Judá amavam a Davi” (1 Sm18.16). O jovem “era benquisto de todo o povo, e até dos próprios servos de Saul” (1 Sm 18.5).

    Por que Davi era o amado de todo o mundo? Por causa de sua simpatia, da sua simplicidade, da sua coragem, do seu caráter, da sua “boa aparência” (1 Sm 16.12 e 18, 17.42) e por dedilhar tão bem a sua harpa ( 1 Sm 16.18). Davi gerava confiança nos outros, a tal ponto que “ajuntaram-se a ele todos os homens que se achavam em aperto e todo homem endividado, e todos os amargurados de espírito” (1 Sm 22.2). Inicialmente eram 400 pessoas. Esse número elevou-se pouco depois para 600 homens (1 Sm 23.13, 27.2, 30.9).

    Há uma coisa que aproxima Jônatas e Davi. Os dois amigos tinham uma fé simples no poder e na atuação de Deus. Eles eram iguais quanto a isso. Jônatas explicou ao seu escudeiro que “para o Senhor nenhum impedimento há de livrar com muitos ou com poucos” (1 Sm 14.6). Por essa razão, ele teve coragem para invadir, só com o escudeiro, uma guarnição dos filisteus e obter vitória. Igualmente Deus explicou a Saul que, se o Senhor o tinha livrado das guarras do leão e das garras do urso, livrá-lo-ia também do gigante filisteu. Por essa razão, ele teve coragem para enfrentar Golias com apenas cinco pedrinhas lisas retiradas do ribeiro (1 Sm 17.34-40).

    A dificuldade de Davi nunca foi homossexual. Sua poligamia (Mical, Abigail, Ainoã, Maaca, Hagita, Abital,Eglá, Bate Seba e outras) e seu adultério com a mulher de Urias mostram que a dificuldade do famoso salmista era heterossexual (1 Sm 18.27, 25.42-43, 2 Sm 3.2-5,11.1-27).
    A este respeito, escreve o rabino Henry I. Sobel, da Congregação Israelita Paulista:

    “O íntimo relacionamento entre Jônatas e Davi é visto na Bíblia como um modelo de amizade. Em nenhum lugar das Escrituras se encontra referência a uma ligação homossexual entre eles. O versículo normalmente citado para justificar o homossexualismo é aquele em que Davi chora a morte de Jônatas, dizendo: ‘Teu amor me era mais precioso que o amor das mulheres’ (2 Sm 1.26). É importante observar, entretanto, que a palavra hebraica ahavá não significa apenas amor no sentido conjugal/sexual, mas também no sentido paternal (‘Isaque gostava de Esaú’, em Gn 25.28), no sentido de amizade ( ‘Saul afeiçoou-se a Davi’, em 1 Sm 16.21), no sentido de amor a Deus (‘Amarás o Senhor, teu Deus’, em Dt 6.5) e no sentido de amor ao próximo (‘Amarás o próximo como a ti mesmo’, em Lv 19.18). Em todos estes exemplos, o verbo usado na Torá (a Bíblia hebraica) é ahavá. É por razão lingüística — e não por falso pudor — que a maioria das traduções bíblicas cita 1 Samuel 1.26 ‘Tua amizade me era mais preciosa que o amor das mulheres’.”

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim, todos amavam a David porque ele era bonito, charmoso, loiro (a Biblia em espanhol diz rubio), simpático com todos as pessoas, desde soldados a escravos. O pai de Jonathan morria de ciúmes e por isso queria matá-lo e tentou de todas as formas, assim como quase matou ao próprio filho. Além de ciúmes, ele achava que David estava ficando mais famoso do que ele, o rei. Depois que teve certeza de que David e Jonathan dormian juntos e se amavam verdadeiramente, quase enlouqueceu. Samuel diz que um certo dia o Rei se despiu diante do filho mas não diz o propósito dessa ação do Rei Saul. Na verdade, o que as igrejas tentam ocultar é que essa questão cultural dos homens se amarem muito mais e melhor,como diz Chico Buarque, é uma prática que existe até hoje em certas tripos do oriente medio, inclusive entre muçulmanos. Eles se casam até com quatro mulheres para mostrar poder economico. Quando querem se divertir, o fazem entre homens. Quando querem ter filhos procuram as mulheres. David teve quase 20 filhos declarados, cada um com uma mulher, mas nao amou a nenhuma delas. Seu amor era para Jonathan. Procriar e ter filhos era uma necessidade econômica da época. O homem que não tinha filho também nao tinha propriedades nem prestigio. Não tinha nada a ver com familia, na concepção de amorosidade. Alguns pais até matavam seus filhos quando se apeteciam. O Rei Saul colocava os próprios filhos na frente das batalhas e morreu juntamente com tres deles, inclusive o amado de David, Jonathan, que cuidou do único filho de Jonathan até o resto de suas vidas.

      Delete
    2. Cheio de angústia por ti, Jonathan, irmão meu, extremadamente querido. Teu amor foi para mim mais delicioso que o amor das mulheres. (Samuel, 1º. Livro, Capítulo 18, Versículo 26).

      Esta é a Biblia que voces devem comprar, em espanhol ou em inglês. sem censura:


      Biblia de Jerusalén: 4ª edición Manual totalmente revisada - – 9 sep 2009, de Escuela Bíblica Arqueológica de Jerusalén (Autor), Equipo de Traductores de la NBJ (Traductor)

      Delete
  3. Texto bom, argumentação boa e discussão procedente. Fato é que nem mesmo Cristo Jesus condenou alguém. Há práticas que são desaconselhadas na Bíblia e o julgamento é uma delas. Se Davi teve um relacionamento com Jônatas, não está claro a ponto de se afirmar e também não está claro a ponto de não se afirmar. Qualquer decisão tomada como final será, no mínimo, tendenciosa mas, não podemos negar que a heterossexualidade de Davi era muito mais evidente do que uma suposta homossexualidade em sua vida. Davi seguia seu coração. Suas decisões eram pautadas pelo seu senso de justiça. Deus disse a Samuel que já havia rejeitado a Saul e já escolhera a Davi como Rei, contudo, Davi chorou a morte de Saul como ungido do Senhor, mesmo o Senhor tendo rejeitado a Saul. Temos uma postura absurdamente perdoadora e humilde na vida de Davi. Talvez esse tenha sido um dos pontos que o fez um homem segundo o coração de Deus. A medida de nosso julgamento, será a medida com que medimos. Pensem nisso.

    ReplyDelete
    Replies
    1. De todooooos! Restaurador parabens!

      Delete
    2. TOMEM VACINAS CONTRA AS BIBLIAS.

      As versões da SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL são uma vergonha. Eles inventaram totalmente o CAPITULO 18 atribuido a Samue, o qual, na versão hebraica, conta a história completa de David, desde o momento que ele e Jonathan se viram e se apaixonaram até o reinado de David.

      Já as bíblias distribuidas pelos protestantes e evangélicos são outro desastre. Lutero adiava os judeus. Mandou suprimir muita coisa. Ele publicou vários livros cheios de ódio, entre os quais, em Von den Juden und ihren Lügen (Sobre os judeus e suas mentiras), publicado em 1543, escreveu que deviam ser aplicadas ações contra os judeus como queimar as sinagogas, destruir seus livros de oração, proibir os rabinos de pregar, destruir suas casas, apreender suas propriedades, confiscar seu dinheiro e obrigá-los a realizar trabalhos forçados ou expulsá-los para sempre. Estudiosos dizem que o livro de Lutero consolidou as idéias de Hitler, que ia à igreja todos os domingos euquanto os judeus e não-judeus eram mandados para os fornos mortais construídos na Polônia. Sugiro uma visita aos campos de concentração da Polônia. Hitler ia todos os domingos a uma igreja luterana rezar, enquanto os judeus eram mortos aos milhares. As igrejas evangélicas nunca fizeram nada pelos judeus. E Hitler inclui na lista dos que tinham que ser executados, graças ao livro de Lutero, os gays.

      Delete
  4. Em I Sl 20:3 Então Davi tornou a jurar, e disse: Teu pai sabe muito bem que achei graça em teus olhos; por isso disse: Não saiba isto Jônatas, para que não se magoe. Mas, na verdade, como vive o SENHOR, e como vive a tua alma, há apenas um passo entre mim e a morte.

    Isso "e disse: Teu pai sabe muito bem que achei graça em teus olhos" reforça a ideia do possível relacionamento homossexual entre os dois. Acredito que tiveram um caso, sim. Que homem heterossexual fala isso pra outro? :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ka, ka, ka, ka, ka, o texto narra um acordo que Davi fez com Jônatas a fim que este o ajudasse, visto que Saul queria lhe tirar a vida, quer dizer que pedir socorro a alguém do mesmo sexo é ser baitola?

      Delete
    2. Então quando você pede ajuda a outro homem, acha graça nos olhos dele? kkkk huuummm

      Delete
    3. LAIS mude de biblia. A sua está censurada, eu tenho uma coleção delas e posso provar, uma ao lado da outra. Além de cenrusada tem quase 2000 erros de tradução.

      os erros são tão brutais que até nos numeros eles erram. Onde fala um camelo ou eles dizem que eram cinco ou dizem que não existiam camelos...

      Delete
    4. onde podemos conseguir uma biblia sem sensura nos idiomas originais?

      Delete
  5. Orlando-BA9:05 AM

    Viva em paz, Deus não existe.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Veja meu texto completo sobre o AMOR entre David e Jonathan em www.joacir.com.br




      Delete
  6. Mais uma prova q o livro do lucro(biblia), teve varias alteraçoes favorecendo apenas os machistas e ignorantes homens primitivos, e infelizmente ainda tem alguns q nao procuram evoluir e pensam como eles apenas para gerar ódio e desrespeito entre os humanos q sao sempre diferentes uns dos outros e todos pagamos os mesmos impostos! Quem nao sofre e nao nasce em um grupo determinado, é facil falar o que quer. Estudar e se por no lugar do outro q é para poucos inteligentes...Em meio a tantas duvidas, procuro dar a paz, para tê-la de volta assim como gosto de ser bem tratado...

    ReplyDelete
  7. Também tem na bíblia que cada um sera julgado de acordo com suas transgressões... isso é homossexual sera julgado,assassinos sarão julgados e todos que praticam iniquidades... Nenhum de nós deixará de ser julgado, independente de crer ou não em Deus. A única certeza que tenho é que este dia vai chegar em breve!!!

    ReplyDelete
  8. Como diz em 1Coríntios 6.12 :Todas as coisas me são lícitas,mas nem todas convém.Todas as coisas me são lícitas mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.

    ReplyDelete
  9. A discussão é cabível, a análise deve ser de forma crítica, coerente e não alienada (...) . Infelizmente existem algumas pessoas que não gostam de colocar em cheque algumas questões... a típica frase " tampar o sol com a peneira " gosto das discussões árduas... o importante é concluir com base nas nossas próprias definições, e não porque a família, o padre, o pastor... e até mesmo a bíblia, poderá sim na bíblia ter havido exclusão de passagens e fatos ! porque não?

    ReplyDelete
  10. caçador de asnos6:59 PM

    essa de Davi ter comido Beteseba não quer dizer nada, não prova a heterossexualidade dele, Davi era bissexual se transava com homem e mulher, hoje isso é comum o cara casado e com filhos mas que curte outro homem, crente é cheioo de tabus, Davi podia ter mil mulheres mas gostava de variar de vez em quando.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sr. asno, então podias me mostrar na Bíblia ou outro documento onde Davi tinha relações com homens?

      Delete
    2. Anônimo, veja na Bíblia que a fraqueza de Davi era com as mulheres...

      Delete
    3. E a força, com os homens. Veja bem, Davi não conseguia amar uma mulher apenas, ser fiel a uma. Mas conseguia ser fiel a Jonatas.

      Delete
    4. KKKKKKKK! LINDA FRASE! DESTRUIU!

      Delete
    5. Depois da morte de Jonathan, David teve cerca de 20 filhos cada um com uma mulher diferente, como faziam os judeus da época. A questão aí não era a sexualidade era a procriação. Não provava nada. David só amou a Jonathan. Com as mulheres ele fez o que deveria fazer, na época: ter filhos para fazer alianças politicas com os pais das garotas. A mulher sempre fui objeto de troca de favores naquela época e naquela região, como ainda existem os casamentos arranjados entre judeus e muçulmanos, por questões politicas, comerciais, culturais e de sobrevivência.

      Delete
  11. A meu ver seu texto procede e está dentro de informações lógicas onde o misticismo é afastado. Parabéns.
    Na verdade, acredito até que a maioria dos personagens bíblicos não passa de fábulas narrados por pessoas altamente influenciadas por seu espírito religioso, ou motivados por questões políticas como sempre acontece nos dias de hoje onde o fundamentalismo religioso (principalmente os cristãos) acreditam serem os donos da verdade e que sua religião é melhor que todas as outras.
    Reporto aqui uma frase de Einstein: "A Bíblia é uma coleção de lendas honradas, mas ainda primitivas, que são não obstante bastante infantis".

    Um abraço e continue com seus temas elucidativos.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Dona Professora,
      Se a Bíblia fosse apenas fábulas e mitos em um livro comum do passado, já teriam esquecido a tempo. Mas continua o livro mais amado, lido, vendido, praticado, odiado e perseguido do mundo. Esta singularidade já é evidência de sua veracidade!
      Ademais, vários de seus eventos narrados tem confirmação histórica, arqueológica, paleontológica e científica.

      Einstein, apesar de não aceitar diretamente o Deus judaico-cristão fez várias declarações Teístas:

      "Deus não joga dados no universo".
      "A ciência sem religião é manca, a religião sem a ciência é cega".
      "Deus é a lei e o legislador do Universo. Sem Deus, o universo não é explicável satisfatoriamente."
      “A harmonia da lei natural revela uma INTELIGÊNCIA DE TÃO MAGNA SUPERIORIDADE, que em comparação a ela, todo pensamento e ação sistemático dos humanos é absolutamente insignificante”.
      Albert Einstein.



      Delete
    2. Prezado Cícero.
      Acontece que, quando uma história narra fatos onde o sentimento religioso e místico do homem está envolvido vai ficar para sempre este embate em busca da verdade entre o sim e o não.
      Pelo que percebo o Deus de Einstein não é o deus do criacionismo místico humano, o deus dele é o mesmo do de Baruch Spinoza.
      Ele acreditava que o universo pela sua grandiosidade era o próprio deus e não esse deus inventado que criou o homem também conforme sua imagem através de um boneco feito de barro e que ao levar seu sopro, ganhou vida, isso mais parece história para crianças.
      Para quem está em sintonia com o avanço arqueológico, deve saber que a ela busca até hoje resquícios verídicos da passagem de Jesus na região onde uma linha da história (Novo Testamento) diz que ele viveu. Há muita divergência onde ele nasceu exatamente.
      Acho que fiz um comentário na postagem errada, porque o tema da sexualidade de quem quer que seja não é meu foco. Desculpe. Sou heterossexual e nem por isso carrego ideias contrárias à natureza de quem quer que seja.
      Nesse caso, afasto-me desse espaço onde não me cabe expor meus pontos de vista, porque onde há tantas fábulas em discussão, não me comporta sustentar uma discussão contrária o que para mim se torna inútil porque nada me acrescenta, fica-se então na mesmice de 2.000, 4.000 mil anos atrás, apesar de que não posso negar que a história pode nos orientar de forma mais lógica no nosso presente que é o aqui e agora.

      Desculpe se ofendi suas crenças.

      Delete
    3. Cara Professora,

      1. Quando tu afirmas que uma "História narra Fatos" não poderia ser fábulas, nem estórias... não é!
      E o fato bem detectável é a característica única e exclusiva dos humanos entre os seres vivos, em adentrar o mundo metafísico, transcendental, ideológico, filosófico, espiritual.
      A própria idéia de Deus não nos seria possível se Ele não existisse para infundi-la em nossa mente, mas podemos negá-lo ou aceitá-lo (é a livre-escolha que Ele nos deu).

      2. As declarações de Einstein claramente remetem a uma Causa Inteligente Criadora pro Início do universo.O princípio antrópico é fortíssimo (Universo desenhado para o homem).
      Se dependêssemos do acaso e sorte jamais estaríamos aqui. E explosões (big-bang) só geram caos e desordem, se não fosse Deus o universo seria uma eterna sopa de particulas, radiação e gases dispersos. Gênesis continua mais lógico, racional e coerente.
      Einstein em outra ocasião, escreveu sobre seu desejo de saber como Deus criou esse mundo. Disse: "Não estou interessado nesse ou naquele fenômeno, no espectro desse ou daquele elemento, quero conhecer seu pensamento, o resto é detalhe". (A Realidade Quântica p.177).

      3. Obviamente o homem é bem mais que matéria (boneco de barro). Deus certamente é necessário pra insuflar o espírito de vida, ou fôlego de vida (cfe. Gn 2:7) na matéria inanimada, pois do contrário, seríamos simplesmente uma massa física inerte. Lembre-se que elementos químicos não tem vida em si mesmos.
      Ademais, por que existiria o abismo de diferenças entre o homem e outros animais na área cognitiva, idéias, pensamentos, consciência, metafísica etc? visto que uma suposta evolução biológica/química seria pra todos? Por que o homem é tão singular e dominante no reino animal?... É porque somos a imagem Dele (moral,espiritual).

      "...Fala o Senhor, o que estende o céu, e que funda a terra, e que forma o ESPÍRITO do homem DENTRO dele." Zc 12:1.
      "Na verdade, há um ESPÍRITO no homem, e o SOPRO do TodoPoderoso o faz entendido." Jó 32:8

      4. O Novo Test. detém mais que qualquer outro documento escrito da história antiga, o maior número de manuscritos de antiguidade. A arqueologia continuamente confirma detalhes de suas obras, nos quais o Cristianismo se insere com destaque. Se o registro do NT não é confiável, então podemos duvidar de tudo na história antiga.

      E se Jesus não existiu, então por que eu deveria crer na existência e escritos de Sócrates, Platão, Aristóteles, Sargão, Alexandre, Hamurabi, Ciro ...etc.
      Sendo que Jesus tem muito mais provas extra-bíblicas que estes personagens.
      Cristo é citado historicamente por 42 autores numa sucessão de 150 anos. 9 autores tradicionais do Novo Test. 20 escritores cristãos fora da bíblia, 4 escritores heréticos e mais 9 fontes não cristãs. Enquanto por ex. apenas 10 autores mencionam Tibério César imperador de Roma, durante a vida de Cristo. A proporção aqui é de 10 para 42. Ou seja Jesus é mais confiável historicamente; porém não temos nenhuma dúvida do "mito" de Tibério César.
      E para apagar Cristo da história teria que se destruir todo um contexto histórico geográfico social onde ele teria habitado e influenciado. Será que os apóstolos e seguidores morreriam por um defunto, por uma fábula? e hoje igualmente se morre por Cristo em muitos países?

      Delete
    4. Continuando...
      5. Amiga, não sei que fábulas vc alega, pois o tema do artigo - homossexualidade - é bem real e presente em nosso meio. Porém, ateus fundamentalistas gostam de colher passagens bíblicas, como essa de Jônatas e Davi (então foram personagens reais!!), para torcer, distorcer, incluir e omitir falácias com evidente desonestidade intelectual os textos bíblicos.
      Vc colocou a Bíblia e seus personagens na categoria de fábulas. E eu como apologista cristão (não religioso, não defendo religiões, igrejas, denominações) expus meus argumentos.

      A história prova que a mesmice terminou a 2000 mil anos atrás.
      O advento de Cristo quebrou o sistema religioso amarrado em deuses, mitos, regras e preceitos humanos escravizantes de judeus e gentios; e a quebra de paradigmas trouxe conflitos da liderança religiosa, civil e imperial. Sendo o imperador "deus" era inadmissível um concorrente.
      Jesus disse: "Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos AMARDES uns aos outros". Veja, o homem precisa do amor de Jesus e não de sistemas religiosos, filosóficos, ideológicos, científicos sejam quais forem; para preencher seu vazio existencial, e de sua alma (coração).

      A influência dos verdadeiros cristãos nos primeiros séculos era fantástica e transformadora. "Estes que tem transtornado o mundo chegaram aqui também" At 17:6. Estudiosos dizem que até o ano 200 cerca de 1/5 do império romano era cristão.
      Isso é FATO e não fábula.

      Fique na paz!
      Abçs.

      Delete
    5. Anônimo,
      quando vc diz: "mitos e contos fantasiosos sobre a realidade dos FATOS". Vc já assume um pré-conceito dogmático sobre o Deus-judaico-cristão, sendo uma petição de princípio. Como podes provar isso que alegas?
      Pelo contrário, temos muitas evidências do Deus Criador Inteligente como Causa Primária deste incrível e bem ordenado universo e da complexa vida, em vez das entidades inexistentes nada e acaso como afirmam os ateus. veja:
      http://www.respostasaoateismo.com/2012/05/afinal-existem-evidencias-para.html

      Delete
    6. O SANGUE CORRE NA HISTORIA DE DAVID

      Depois que você começa a ler a história de David contada por Samuel na Biblia de Jerusalem, versão ampliada e revisada, traduzida diretamente do hebreu, tem a impressão que o sangue vai correr pelas suas mãos. É uma tragédia cheia de guerras, brutalidades, roubo, etc. Os soldados do Rei Saul levavam tudo depois das batalhas, de bens a mulheres. O mesmo Rei ordenou a David que matasse os seus inimigos e trouxessem 100 prepúcios como prova. David trouxe 200. O que eu aconselho a todos os leitores desta página é que guarde as picuinhas religiosas numa caixa de fósfaro e separe a poupança para uma viagem a Jerusalém, mas não vão nos pacotes censurados das igrejas, que só mostram o que eles querem. Vá como turista, por uma agencia de viagens. E antes disso comprem na Amazon, em ingles ou espanhol, a Biblia de Jerusalém, sem censuras, editada na Espanha, e aprovada por autoridades. Segure a boca para não cair porque a fé cega é pior que faca amolada. Todos aqueles discursos dizendo que o amor de David por Jonathan era o amor de deus vao cair por terra. Era o amor natural dos homens e era mais limpo e puro que a suposta ligação de deus com o Rei Saul. O próprio Saul diz que foi abandonado por deus. Tambem pudera, Deus não poderia apoiar o senhor das matanças, dos roubos e da perseguição de ódio contra David porque tinha escolhido o seu filho, Jonathan, para amar e não a ele, o Rei. Olhem isso sem o fanalismo, que cega. A biblia distribuido na Brasil por católicos e protestantes deve ser aposentada. Pesquisem.

      Delete
    7. Professora, eu não acredito nas versões atuais da bíblia, mas se fosse um bando de fábulas, como explica as profecias feitas sobre os reinos da época e citar inclusive Alexandre o grande ter respaldo históricos em relatos não bíblicas, professias cumnpridas com respaudo historicos de outras culturas nao cristãs? Alexandre o grande ficou até maravilhado ao conhecer Daniel. Pode haver sim mta besteira, mas há coisas profetizadas eras antes que foram cumpridas com respaldo histórico, e isso é inegável. (não sou evangélico mas tabm nao me considero Ateu) depois de estudaR HISTÓRIA E VER que movimentos ateus foram o que mais dizimaram pessoas na historia da humanidade tão quanto a igreja católica.

      Delete
    8. Professora, eu não acredito nas versões atuais da bíblia, mas se fosse um bando de fábulas, como explica as profecias feitas sobre os reinos da época e citar inclusive Alexandre o grande ter respaldo históricos em relatos não bíblicas, professias cumnpridas com respaudo historicos de outras culturas nao cristãs? Alexandre o grande ficou até maravilhado ao conhecer Daniel. Pode haver sim mta besteira, mas há coisas profetizadas eras antes que foram cumpridas com respaldo histórico, e isso é inegável. (não sou evangélico mas tabm nao me considero Ateu) depois de estudaR HISTÓRIA E VER que movimentos ateus foram o que mais dizimaram pessoas na historia da humanidade tão quanto a igreja católica.

      Delete
  12. Cícero, sobre as colocações no ilustre anônimo, não concordo com você. O ateísmo não é uma religião, os ateus não saem por aí congregando e criando verdades inquestionáveis conforme você sugere. Me perdoe a franqueza, mas você parece ter feito sua missão de vida frequentar os artigos inteligentes e sensatos desse blog para tentar semear o seu pensamento doutrinado e limitado. Digo isso porque a mim não me parece que você tenha sofisticação de raciocínio suficiente para ir além da sua fé e doutrina, dos versículos da sua bíblia ou citações de "cientistas" ligados a sua religião. Desde que li a primeira vez um artigo desse blog procurei me informar sobre o seu autor e sua história. Acho que você não entendeu ainda que ele já foi muito além do ponto onde você preferiu se acomodar. E modéstia a parte, eu também. Ainda sobre o que o anônimo disse, devo concordar com ele mais uma vez, pois penso que gente como você tem a mania de querer torcer a realidade para adequá-la a sua visão de mundo. Este sim é um comportamento dogmático! Uma vez que, se uma proposição não se adequa a sua premissa, por mais óbvia e evidente que seja sua explicação, ela não pode ser aceita. E outra deve ser inventada. Tem uma charge na sessão humor deste site que ilustra bem a diferença de abordagem entre o método científico (investigativo e questionador) e o método criacionista (dogmático). Pra mim apenas a ilustração do método criacionista já é suficientemente risível, em vista do quão subjetiva e impositiva é a abordagem.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Warlei Alves
      Algumas pessoas chegam a este espaço em total desrespeito as ideias contrárias as suas como se fossem os donos da verdade encostados no aval de sua fé emblemática, links de sites religiosos ou com a bíblia aberta citando frases de efeito e repetitivas de milênios como se não soubéssemos dessa tão aplicada estratégica de convencimento e que já se tornaram saturadas, justamente aquelas das quais quando colocadas em parâmetro com uma realidade lógica e coerente não há respostas senão dentro de quem enxerga a vida sob alienações. Então ficam assim gritando em êxtase pelas esquinas com “o livro aberto” em busca de apoio aos conceitos dos quais eles mesmos creem.
      Por certo que a ênfase de suas vozes não terá eco a quem já alcançou um raciocínio que lhes trouxe paz e certeza nas coisas concretas, visíveis e palpáveis, pois é mais ou menos como Einstein disse: "A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original".
      Espero que algum dia suas mentes sejam abertas a um novo pensamento e que acordem desta dormência acomodada e conveniente que a religião os coloca ao tapar seus olhos com a venda da ignorância.

      Delete
    2. Ana Júdice [professora] o fato mais do que comprovado é que o texto em que nosso estudioso se apoia para fundamentar a ideia dele em principio sequer serve de base para tal. E isto, por uma razão muito simples, o homossexualismo era condenando na cultura de TODOS, os povos da antiguidade, inclusive a Grécia, pasme!

      Outro fato a ser considerado é o fato de que a palavra hebraica para relações sexuais é a palavra conhecer, e não precisamos chegar ao livro de Samuel, basta ler o Genesis. Veja que Adão conheceu a Eva, sua mulher.

      Delete
    3. Ana Júdice, notei que alguns tomam citações atribuídas a Einstein ou citações dele fora de contexto para alegar sua inexistente religiosidade. Não vejo porque alguém tão seguro de sua fé precise se apegar a imagem de uma das figuras mais proeminentes do meio científico de todos os tempos para sustentá-la. Ainda assim, acho necessário que, apenas para esclarecer a verdade dos fatos, eu deva postar aqui um trecho inteiro de uma carta escrita por ele, e não uma frase pinçada fora de contexto ou citação atribuída.

      "Religião não deveria ter nada a ver com o medo da vida ou o medo da morte, nas sim com a busca pelo conhecimento racional. A palavra deus para mim é nada mais que a expressão e produto da fraqueza humana, a Bíblia é uma coleção de lendas honradas, mas ainda assim primitivas, que são bastante infantis. Nenhuma Interpretação, por mais sutil que seja, pode (para mim) mudar isso.

      Para mim, a religião judaica é, como todas as outras, uma coletânea de superstições infantis. E o povo judeu, ao qual eu pertenço e cuja mentalidade eu tenho grande ligação, não possui para mim nenhuma qualidade que outros povos não tenham. Por minha experiência, eles não são melhores que outro grupo de pessoas, apesar de protegidos das piores doenças pela falta de poder. Por isso não vejo nada que os torne "Escolhidos".

      É claro que é uma mentira o que você leu a respeito de minhas crenças religiosas, uma mentira que é repetida sistematicamente. Não acredito num deus pessoal e nunca neguei isso, e sim o manifestei claramente. Se há algo em mim que possa ser chamado de religioso, é a admiração ilimitada pela estrutura do mundo, do modo como nossa ciência é capaz de revelar.
      Seu ressentimento com o deus pessoal, que você assim como eu, acreditamos não existir, de certa forma me surpreendeu. Esta atitude encontra-se principalmente nas pessoas que libertaram-se sem luta dos restos da educação arcaica e patriarcal."

      Carta ao filósofo Erich Gutkind, de janeiro de 1954

      Delete
    4. Alegar sua inexistente religiosidade?!?!?!?!?! Tá legal parei por aí, kakakakakakakakakakakakakaka..........

      Delete
    5. Warlei,
      Entendo que não existem ateus descrentes... pois seu ardor, esforço e militância em provar a inexistência de Deus já é evidência de Sua Existência! por que não se preocupam, se perturbam e lutam em tentar provar a inexistência de papai noel, fadas, sereias, zeus, unicórnios?

      Mas quando se trata do Deus judaico-cristão então a luta é ferrenha e implacável como se vê em sites, blogs, movimentos, conceitos, ideologias etc e vivem uma verdadeira obsessão contra O que não têm, contra O que não acreditam.… demonstrando notoriamente a crença NELE!

      Exatamente a suposta evolução carece do método científico empírico evidencial, onde até hoje nenhuma prova factual irrefutável foi demonstrada e ninguém ganhou um Nobel comprovando a TE; pelo contrário já são quase 1000 cientistas PhD, além de inumeros médicos e cirurgiões que rejeitam essa falácia epistêmica travestida de ciência.

      Até o Geneticista Francis Collins, um dos mais destacados cientista da atualidade – diretor do Projeto Genoma Humano – o homem que “mapeou o DNA humano” – que passou de ateu para Cristão, afirma em seu livro “A Linguagem de Deus – Um cientista apresenta evidências de que Ele existe”, que a teoria da evolução não entra em contradição com sua fé, mas que não vê margens para crer que tudo tenha surgido e evoluído ao “acaso”.

      Sim, é muito mais racional e lógico crer em um Projetista Inteligente pro incrível universo e complexa vida aqui, do que crer no acaso às cegas! sem direção, sem ordem, sem intenção.

      Delete
    6. Cícero,

      Onde? Em que momento eu estive me dando ao trabalho de provar a inexistência de um ser mágico e misterioso? Jamais perderia um segundo do meu precioso tempo para cometer tal tolice! No meu modo de entender as coisas seria como tentar provar a inexistência da fada do dente ou do unicórnio cor-de-rosa. Tenha dó meu amigo! Se você tem preguiça de pensar não explore meus argumentos de forma tão desonesta!

      A minha única preocupação é disseminar o pensamento lógico, e livre de doutrinas religiosas. Mentes doutrinadas como a sua não são meu alvo pois a sua insistência em ser tolo é notável! Me preocupo com aquelas que ainda estão em formação e preservam ainda o potencial necessário para exercer o pensamento lógico e livre!

      Vou repetir aqui o que eu escrevi como resposta a você mesmo em outro artigo: Por entender que meu raciocínio claro e lógico seja o meu guia, eu não costumo me socorrer na opinião ou afirmação de terceiros ou citação de autores tendenciosos, para afirmar o que penso. Como é o costume de alguns religiosos.

      E acrescento, muito menos usar de forma fora de contexto e desonesta afirmações de terceiros ou atribuídas - em alguns casos atribuídas de forma suspiciosa diga-se de passagem - a pessoas que não estão fazendo parte da discussão. Dito isso, aconselho a verificar suas fontes para não dizer inverdades para não incorrer no erro de usar de forma irregular afirmações de terceiros ou mentirosamente atribuídas. Até porque não creio que seu deus precise se apoiar nisso. Ou precisa? A lógica e a razão não precisam. Isso
      eu lhe garanto!

      Você fala sem propriedade, citando isso ou aquilo. Você consegue pensar e argumentar por si próprio?

      Se a evolução das espécies fosse a Monalisa, estaria faltando uma orelha e a paisagem do fundo. Ainda assim apareceriam imbecis pra dizer que seria uma "falácia epistêmica que chamam de ciência". Durma-se com um barulho desses! Estes figurariam entre os aqueles que preferem acreditar na existência de um ser misterioso, invisível, improvável. É para esgotar a paciência de qualquer pessoa razoavelmente inteligente.

      Com todo respeito, penso que você não tem sofisticação de raciocínio ou desenvolvimento intelectual para um debate justo comigo. Eu não estou preso a doutrinas e já me distanciei disso a muitos anos. Tenho absoluta certeza de que você não seja capaz de entender isso. Assim como acredito também que você dificilmente encontrará um ateu com um nível de articulação tão pobre quanto a sua para valer uma discussão, digamos, justa.

      Delete
    7. Warlei,
      Me baseei em seu argumento falacioso de "O ateísmo não é uma religião".
      Quando é apenas mais um “ismo” uma religião, uma filosofia , um movimento como outros, pois ateus não creem na inexistência de Deus, eles na verdade CREEM Nele, por isso lutam pra negá-lo. Assim, a afirmação de crença é relacionada à religião – conquanto negativa – logo, não deixa de ser uma crença religiosa com conceitos, ideologias, movimentos, site, blogs etc.
      Pois a afirmação: “Deus não existe” apresenta uma declaração de fé que requer evidências; sendo o ônus da prova de qualquer um que faça uma alegação, neste caso a fé ateísta, em que ACREDITAM na inexistência de Deus.
      O que os ateus não percebem arrogantemente é:
      mesmo para esta afirmação de descrença, é preciso Deus insuflar nos elementos químicos do cérebro as qualidades metafísicas e transcendentais para formular tal pensamento/idéia negativa a respeito Dele sendo ativadas pela cognição. As meras reações químicas/físicas elétricas no cérebro não teriam tal virtude sendo impessoais, amorais, inanimadas e incogniscíveis.

      Quanto aos seus unicórnios e fadas; já sabemos 100% que tais seres são fictícios e mitológicos; criados pela mente humana.
      E por que achas que Deus deveria estar limitado a este universo e a nossa cognição perceptível através de nossos limitados e fracos métodos? quer científicos ou não?
      Ele está na área metafísica, transcendental, extra-universo, atemporal apesar de agir no universo em suas leis e grandezas e devidas manutenções.

      Meu caro, num argumento é muito comum a citação de autores corroborando suas idéias baseados também na lógica e razão sim, ainda mais autores conceituados na área em que atuam.
      É vc que deve provar que fiz adulterações, incorreções nas citações. Mas não suportas as idéias e afirmações contrárias não é mesmo!! sendo mais fácil afirmar que são inverdades.
      Mas percebo que vc é o típico ateu fundamentalista que segue a risca sua religião; quando não tem mais argumentos, apela para o "Argumentum ad hominem" e "ad baculum" lançando impropérios, pedradas e preconceitos ao debatedor.

      A Monalisa é um belo exemplo de Design Inteligente (a obra requer um artista) meu amigo, ou tu achas também que o intricado e complexo DNA criou-se a si mesmo? talvez o mais sofisticado sistema de informação em código do universo muitíssimo melhor que nosso computadores (outro exemplo de D.I.).

      A mitologia transformista darwinista é pura crença no materialismo filosófico ideológico baseado na fé que muitos cientistas naturalistas possuem que um dia TEVE QUE SER ASSIM, sem nenhuma prova/evidência científica empírica que por exemplo:> lobos viraram baleias um dia! ou dinossauros viraram pássaros! como pensam e afirmam! HAJA FÉ!

      Delete
    8. Warlei, gosto muito dos seus pontos de vista, eles são coerentes com a linha de pensamento do autor do blog e vai de encontro também aos meus. É bem verdade que também usamos frases e reflexões dos grandes homens sejam eles cientistas ou filósofos porque elas estão dentro de uma lógica racional e inteligente.
      A carta de Einstein escrita em alemão num papel timbrado da Universidade Princeton a um amigo (um ano antes de sua morte), reflete todo seu pensamento sobre Deus e a Bíblia. Trata-se de um documento importantíssimo.

      Delete
    9. Ana Júdice, obrigado pelas palavras gentis. E peço desculpas pelo fato de que as vezes eu possa não tratar com bons modos alguns fanáticos que encontro aqui nesse blog. Mas como já deixei claro anteriormente em resposta ao Rodrigo, eu não me arrependo. Considero importante repreender fanáticos desleais que falam sem propriedade e que queiram se impor no grito.

      Tenho lido sua opinião, e assim como você eu prezo a argumentação assertiva, orientada e baseada no humanismo. Considero importante valorizar o pensamento humano tendo o ser humano como figura central e mais importante, valorizar a verdadeira ciência, aquela que aplica o método científico e que foi sendo sistematicamente refinado ao longo de centenas de anos. Ciência que nos proporcionou o esplêndido e maravilhoso progresso que vivenciamos e usufruímos nos dias atuais.

      Um abraço!

      Delete
  13. O homem moderno talvez tenha regredido um pouco em suas interpretações:
    1º A Bíblia fala de amor e esse amor, não o amor eros, mas o amor incondicional e aí está uma dúvida: Seria este amor carnal ou um amor "segundo o coração de Deus" como o era o coração de Davi?
    2º Olha o erro aí. Muitas vezes Jesus chama seus discípulos de "amados", "aquele a quem Jesus muito amou" ( um dos evangelhos assim diz de Jesus sobre um de seus discípulos, Pedro, se não me esqueço, bem comparável à frase de Davi sobre Jonas) Jesus nem foi cogitado até pouco tempo sobre ele ser homossexual ou não;
    3º Ósculo. até hoje a cultura judaica ensina o beijo entre pessoas que se gostam sem que estes deixem de ser heteros;
    4º- Se Davi era o homem "segundo o coração de Deus" e foi duramente castigado por adultério, então Deus ficou com peninha dele ou de Jônatas, uma vez que a homossexualidade é abominável a Deus;
    5º Essa de Davi e Jônatas serem homossexuais é antiga, esse não é o primeiro texto que eu vejo sobre;
    6º faltou ao caro amigo, ler mais a fundo outros textos bíblicos antes de encarar o texto dessa maneira. Ah, e por falar nisso. Outros andam por ai dizendo que Jesus era homossexual por que na Bíblia não há registros de que ele coabitou com mulheres e outros ainda dizem que ele "aprontou todas". por que, segundo eles, há um espaço entre a adolescência de Jesus. Entre os seus 12 e seus 30 anos, quando só daí a Bíblia narra sua vida. Pra ser sincero, a Bíblia não diz que Jesus morreu aos 30 ou 33 anos. isso é uma dedução baseada no fato de que, talvez, a maioridade na época era de 30 anos.
    Viu? há muita coisa inexplicada e qualquer interpretação é mera suposição, mas quer saber? Eu não creio nem deixo de crer!

    ReplyDelete
  14. Anonymous7:57 PM

    o velho testamento prega uma coisa e o novo outra coisa contraria ao velho, por isso é só seguir o novo... e apenas aprender e nao praticar o velho ..

    ReplyDelete
  15. ScientistDotCom2:16 PM

    Amigos, o novo post sobre o tema me permitiu ironizar um pouco e lhes peço desculpas antecipadas, principalmente ao Alexandre - administrador do blog.

    Espero que exista uma lei municipal, estadual, federal, internacional que proíba expressamente que uma pessoa dirija palavras a Deus, a ursas ou a bandos de rapazes, principalmente amaldiçoando-os em nome do Senhor. Enquanto isso não for ilegal, os bibliófobos só podem acusar o profeta se de fato crerem que foi o Deus cristão que matou e não o deus ateu (ACASEU que propus). Os bibliófobos precisam crer em Deus – um deus malvado - para levantar motivos como os aqui apresentados.

    Mas temos um problema: se profetas forem impedidos de falar, os meninos também seriam e as ursas se tornariam desnecessárias, por falta de oportunidade para comer. Então a história não aconteceria num reino de bibliófobos que é tão severo que proíbe simples falatório que os meninos provavelmente nem ouviram.

    É o mesmo caso da figueira no NT: quando as leis ambientais proibirem alguém de chegar diante das árvores e lhes dirigir palavras, então Jesus poderá ser acusado de crime, embora por uma lei que só passaria a vigorar a mais de 3.000 anos depois. Aqui estou a supor que só daqui a 1.000 anos tal lei aparecerá. Do ponto de vista evolutivo, faz sentido: as árvores dessa época futura já terão ouvidos...

    ReplyDelete
  16. ScientistDotCom2:28 PM

    Nota aos leitores e ao Alexandre: não me dirigi diretamente ao novo post (seu autor) porque sua entree já foi carregada de ataques ad hominem, numa atitude que é tão vil que costuma ser criticada veementemente até por bibliófobos.

    ReplyDelete
  17. ScientistDotCom6:31 PM

    Nota final: não quero discutir a minha pessoa ou qualquer outra com quem converso. Citei meus parentes como exemplo dos muitos que existem, mesmo entre bibliófobos, mas não para me colocar à prova. Não me considero exemplo de vida para ninguém

    E os outros assuntos não devem por ética ser assumidos por mim enquanto tipificam fugas, na medida em que são invocados sem que haja a consideração aos pontos por mim apresentados no tema em debate. Possivelmente, algumas perguntas tenham o Cícero como endereço... Não sei...

    E, num terceiro lance, também não vou assumir o que outros presumidos religiosos têm dito ao meu interlocutor em seus embates. Não os represento, não defendo igrejas, seus líderes ou suas ideias.

    Penso que o recurso de um interlocutor qualquer a essas artimanhas normalmente se deve a ignorância (sem desonra) ou a desonestidade intelectual (isso desonra).

    ReplyDelete
  18. Cara Regianne,
    agradeço sua participação e gostaria de notar que houve pontos positivos em seu post, porém precisamos manter a discrição no blog. Tenho esperanças que nosso procedimento não venha inibi-la a manifestar-se novamente seguindo nossas regras de postagens em 'Antes de Comentar'.

    Caros Cícero e ScientistDotCom,
    estimo suas opiniões e lhes peço desculpas pelo inconveniente.
    Sejam sempre bem-vindos!

    Caro Christian,
    fico feliz por suas preciosas observações, este espaço é seu também.

    Grato a todos.

    ReplyDelete
  19. Replies
    1. Gostei bastante, tanto do post como do blog.

      http://quemsomoswebkl.blogspot.com.br/

      Delete
  20. Proverbios 18.24 nos diz:O homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável, mas há um amigo mais chegado do que um irmão.
    Quem nunca teve um amigo assim? A ponto de muitas vezes ficar contra a família e a favor do mesmo?
    Alguns muitas vezes julgados pela vista? Não pode ter sido o caso de Davi? Não poderia também ser que Jonatas até mesmo tivesse o espírito da pomba gira e amava Davi diferente do amor que Davi tinha por ele?
    Ja não foi identificado vários tipos de amor descrito na bíblia de acordo com a linguagem a qual foi escrita?

    ReplyDelete
  21. Davi sempre foi um homem temente à Deus; se assim não fosse não teria escapado das mãos de golias, nem do proprio rei saul que o atacou por estar perturbado por um espírito maligno!
    Não poderia esse espírito estar pondo coisas na cabeça dele? Colocando o ciúme do amor de amigo do filho e de perder seu trono pois sabia que davi havia sido escolhido rei em seu lugar por Deus e fazê lo pensar que eles eram gays???

    ReplyDelete
  22. Davi era "TÃO" gay que quase botou tudo a perder, perante Deus, por causa de uma mulher, (Betsabá,)!! Gostava tanto de homens, que mandou o marido da sua amante para a morte!! Gostava tanto de ser afeminado, que lutou com o gigante golias, e cortou 200 prepúcios dos filisteu, para ter uma esposa!! Que homossexual estranho esse, não achas???

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eliaquim de Araújo9:56 AM

      Pois é, meu caro Junior, artigos como este apenas servem para comprovar a falta de honestidade intelectual que ataca todos aqueles resolvem se opor à Verdade que Jesus disse ser. Todos esses quatro pontos que você colocou foram SUMARIAMENTE ignorados no artigo, em nome da mentira. Pura falsidade típica de fanáticos. Decididamente não há como uma pessoa militar contra o cristianismo sem se agarrar à desonestidade.

      Delete
    2. Qual o problema? ele era bi.

      Delete
  23. Muito bem! ótima figura (ironia) para confirmar o heterossexualismo de Davi. Ao meu ver, a relação entre o rei Saul, seu filho Jônatas e Davi prefigura a relação entre Deus, seu Filho Jesus Cristo e a humanidade respectivamente. Pensem nisso! um abraço.

    ReplyDelete
  24. Anonymous8:43 PM

    Caro Alexandre, quero lhe parabenizar por manter um debate aberto, com exposição de pensamentos de forma "imparcial", permitindo que haja manifestação de pensamentos contrários...

    ReplyDelete
  25. Bom mantendo um critério e um campo de debate dentro da biblía acredito ser mto vagos os motivos pelos quais as citaçôes em que Saul perseguiu a Davi, pois o motivo não é claro, oq me leva a crer com base em q saul expoe que jonatan envergonha sua mãe que é o fato notório da homossexualidade de ambos a ponto de Davi citar que o amor de jonatan é mais maravilhoso do q o das mulheres ou seja ele tinha mais prazer com jonatan do que com tdas as mulheres... Davi encontrou a rola, agora cabe a Malafaia caça-la

    ReplyDelete
  26. Depois de tantos debates , pregações, ceticismos me respondam a terra e chata e tem cantos ou ela e redonda.....

    ReplyDelete
  27. Citaram versões, vou ser direto, nem leia o texto hebraico e as versões mais antigas dos originais, tais como , Leningrad,Massora PARVA, Códice Alepho, etc...vocês irão queimar as bíblias! Se acha que quem está falando é leigo no assunto, www.professorjosealessandro.com.br

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sr. J.Alessandro talvez estudou Teologia, frequentou alguma igreja evangelica talvez fosse um tesoureiro,mas mesmo voçê desiludido e magoado com a sua fé eu entendo, o senhor Jesus não abandonou as portas estão abertas ainda há tempo de aceitar como seu salvador.Um abraço.

      Delete
  28. Será que vocês não entendam que esse amor de Jonatas por Davi foi um projeto de Deus. Deus sabe do futuro gente. Ele sabia que Saul iria querer matar " Davi". Então Deus fez com que Jonatas amasse Davi, com o propósito de ajudar Davi, da fúria de Saul. Jonatas tinha todos os motivos para odiar Davi, como o pai.Más Deus já sabia de tudo o que estava pôr vim. Então por isso que Jonatas amou Davi, para ser capaz de enfrentar o pai e contar tudo o que Saul queria fazer com Davi. Más não foi um caso de homossexualidade como vocês falaram aí , pois , Davi e Jonatas tinham mulheres e filhos e ambos serviam a Deus, e comportavam como homem. Vocês estão querendo alterar coisas onde não tem. Esse amor de Jonatas e Davi foi um gesto de lealdade, amizade, um amor que veio de Deus e não de homossexualidade. Jesus está voltando e vai pegar muitos despercebidos.

    ReplyDelete

Pregações, palavras de baixo calão, ofensas pessoais, práticas de trollagem, rotulações e argumentos ad hominem serão excluídos.